Acusado de matar policial militar em Teofilândia morre em confronto com a PM na cidade de Serra do Ramalho

Um homem de 30 anos acusado de matar o soldado da Polícia Militar (PM) Alberto David Duarte dos Santos em março deste ano, no município de Teofilândia, na microrregião de Serrinha, foi morto em uma troca de tiros com a Polícia Militar na cidade de Serra do Ramalho, no oeste do estado. Um comparsa dele também foi baleado e morreu.

Conforme apurou a reportagem do Portal Cleriston Silva – PCS, o criminoso, identificado como Fabrício de Jesus Paixão, vulgo “Babita”, integrava uma quadrilha envolvida com roubos a bancos e foi capturado durante a operação ‘Aerárium’, nesta quarta-feira (12). Outros quatro suspeitos de integrarem a mesma quadrilha foram capturados em ações da mesma operação no município de Maracás. Um fuzil modelo M16 calibre 5.56, uma pistola calibre 6.35, uma espingarda calibre 12 e quase 700 munições foram apreendidas com eles.

Ainda de acordo com informações obtidas pelo PCS, denúncias anônimas auxiliaram equipes da Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE/Cerrado) e da 38ª CIPM (Bom Jesus da Lapa) na localização de Fabrício de Jesus, que estava em uma residência utilizada como esconderijo para armazenar armas e drogas, na localidade da Agrovila 09.


Babita e comparsa portam revólver e pistola.

Os PMs iniciaram o patrulhamento e chegaram aos criminosos, que tentaram fugir e reagiram. “Eles atiraram contra a nossa equipe e, após os disparos notamos que estavam feridos. Rapidamente o socorremos para o Hospital Municipal de Serra do Ramalho, mas não resistiram”, contou o comandante da CIPE Cerrado, major Giovanni Castro Damasceno.

Com Babita e o comparsa foram encontrados um revólver calibre 38 e uma pistola de calibre 380. As armas foram encaminhadas para o Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep) de Bom Jesus da Lapa, onde, segundo o titular da 24ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Bom Jesus da Lapa), delegado Jakson Luis Trindade Neves, serão periciadas e farão parte das investigações.


Armamento encontrado com outros integrantes da quadrilha.


Morte do policial – Alberto David Duarte dos Santos foi assassinado no dia 13 de março deste ano, na localidade conhecida como Fronteira, município de Teofilândia. O soldado era lotado na 40ª CIPM, no Nordeste de Amaralina, em Salvador. Ele estava de férias e foi até Teofilândia para participar de uma festa de criança quando se envolveu numa confusão e foi alvejado por dois tiros que atingiram o braço direito e o peito.

A confusão começou após um desentendimento iniciar por conta de um homem que exibiu uma arma nas proximidades do local onde acontecia a festa. O PM atirou para cima com o intuito de dispersar a confusão. Uma hora depois, Fabrício de Jesus reuniu um grupo de pessoas para ir atrás do policial. De acordo com as investigações, o criminoso foi o responsável pelos disparos que tiraram a vida do militar.

Teofilândia: Moradores encontram material descartável usado em quadra de esporte após vacinação

De acordo com um grupo de moradores teofilandenses, vários algodões e agulhas usadas durante a vacinação supostamente contra a Covid-19 foram descartadas no meio da quadra do Ginásio Esportivo Francisco Chagas, no centro de Teofilândia, próximo à BR-116. O registro foi feito no dia 5 de maio e enviado por um morador, que pediu para não se identificar, ao site Teofilândia Acontece nesta terça-feira, 11 de maio. “Várias agulhas e algodões usados durante a vacinação estavam espalhados no ginásio hoje. Isso não foi a metade que encontramos lá. Fomos jogar e tivemos que limpar a quadra toda”, informou o morador.

Segundo profissionais de saúde, o material deve ser descartado em coletor adequado, no local em que é gerado, logo após o uso. Nunca descartar objetos perfurocortantes no lixo comum ou no lixo reciclável. Nunca jogar o material no vaso sanitário. Agulhas e seringas não devem ser reencapadas ou desacopladas da seringa para descarte.

O T.A entrou em contato com o Departamento de Comunicação da Prefeitura de Teofilândia na tarde de hoje, 11 de maio, mas, até momento desta publicação não obteve resposta sobre o assunto.

*Comentemos um equivoco ao colocar no título da matéria que se trava de seringas, mas foi corrigido

Policial militar da reserva é morto a tiros em Tucano; filha é suspeita de ter arquitetado o crime

O sargento da reserva da Polícia Militar, Pedro Xisto Oliveira de Souza, de 55 anos, foi morto a tiros dentro da casa onde morava, na Rua Ribeira do Pombal, no distrito de Caldas do Jorro, no município de Tucano, distante 83 quilômetros de Serrinha. Segundo a PM, o crime aconteceu na tarde de sábado (8), por volta das 13h.

Ainda de acordo com a PM, policiais militares foram acionados para uma ocorrência de vítima de disparo de arma de fogo. No local, a guarnição isolou a área e acionou o Departamento de Polícia Técnica (DPT) para realização da perícia e remoção do corpo.

De acordo com o site local Gil Santos Notícias, o imóvel não apresentava sinais de arrombamento e apenas a arma da vítima foi levada, o que faz a polícia acreditar que o assassino teve livre acesso à residência, o que somente seria possível com o consentimento de algum morador.

O site informou ainda que a Polícia Civil cogita a hipótese de que uma filha do sargento – menor de idade – teria arquitetado o crime, mas não seria a autora dos disparos. O namorado dela, que também é suspeito de envolvido no crime, prestou depoimento e disse que a adolescente teria contratado pistoleiros para matar o próprio pai. O assassino de aluguel já foi identificado e teria cobrado R$ 600 pelo serviço.

Em nota de pesar, o Comando de Policiamento Regional Leste (CPRL) informou que o sargento foi atualmente reintegrado às atividades, e que ingressou na corporação em 1992. “Enlutada, a Polícia Militar da Bahia presta as mais sinceras condolências. Manifestamos o mais profundo sentimento de solidariedade à família, colegas de trabalho e amigos”, diz a nota.

A Polícia Civil segue investigando o homicídio. A motivação ainda não foi revelada.

Prefeito de Teofilândia tem WhatsApp clonado e pede para que não respondam as mensagens

Na tarde desta quarta-feira, 5 de maio, o prefeito de Teofilândia, Higo Moura (Republicanos), informou em rede social que o seu WhatsApp foi clonado e uma pessoa está se passando por ele para pedir dinheiro. O gestor pediu para que ninguém respondesse às mensagens, pois se trata de um golpe.

“Venho informar a todos que o meu WhatSApp foi clonado e infelizmente estão o utilizando para pedir dinheiro às pessoas. Por favor, não caiam neste golpe! Não transfiram dinheiro para ninguém, pois se trata de um golpe! Informem ao máximo de pessoas para evitarmos que outras pessoas caiam no golpe. Desde já, agradeço a todos!”, escreveu Higo.

A clonagem de contas do WhatsApp se tornou o crime digital mais popular do Brasil em 2020, com nada menos do que 12 mil pessoas se tornando vítima dos ataques a cada dia.

Município de Santa Bárbara possui dívida de mais de R$ 5 milhões

A cidade de Santa Bárbara, no Centro-Norte baiano, acumula mais de R$ 5 milhões em desfalque nos cofres públicos do município, deixado pela gestão passada. A atual administração, comandada pelo prefeito Edifrancio Oliveira, produziu um relatório detalhado sobre as irregularidades encontradas.

Com o nome negativado no Sistema Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias (CAUC), o município fica impedido de receber transferência voluntária e contratar operações de crédito, através de convênios com o governo federal para execução de obras ou projetos.

Segundo o prefeito Edifrancio Oliveira, entre as pendências deixadas pelo gestor anterior estão os descumprimentos nas obrigações de transparência, adimplemento na prestação de contas de convênios e obrigações de adimplência financeira. “Sei que não será fácil, estamos passando por momentos críticos por conta da pandemia, porém regularizar esta situação é uma das prioridades estabelecidas por nossa gestão. Vamos limpar o nome da cidade junto ao CAUC e, desta forma, conquistar novas melhorias para a cidade”.

Conforme o documento, a Prefeitura de Santa Bárbara está inadimplente no CAUC com uma dívida de R$ 4.105.613,12 ao INSS, cujo valor está sendo descontado dos repasses mensais do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

De acordo com o departamento jurídico da prefeitura, a arrecadação do município está sendo afetada de forma drástica, pois, além desta dívida, existem outras com telefonia, Embasa, Coelba e Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP), que somadas ultrapassam R$ 5 milhões.

Ex-prefeito de Biritinga é punido por desvio de recursos da educação

O ex-prefeito do município de Biritinga, na microrregião de Serrinha, Antônio Celso Avelino de Queiroz, mais conhecido como Celso da Sucam, foi punido pelo suposto desvio de recursos dos cofres públicos da cidade, cuja verba seria destinada à educação. Durante a sessão virtual realizada nesta quinta-feira (22), conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM-BA) formularam ainda uma representação ao Ministério Público Estadual (MP-BA) contra o ex-gestor, que teria realizado despesas incompatíveis com a finalidade a que se destinam os recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) nos anos de 2017 e 2018.

Relator do processo, o conselheiro José Alfredo Rocha Dias determinou o ressarcimento aos cofres municipais da quantia de R$ 2 milhões, com recursos pessoais do gestor, uma vez que esse teria se ausentado de justificar, explicar ou demonstrar qual foi o destino do montante, que teria “desaparecido” na prestação de contas. O ex-prefeito também foi multado em R$ 30 mil. Biritinga recebeu, em agosto de 2017, cerca de R$ 16,8 milhões a título de precatórios do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef).

No entanto, de acordo com o TCM, mesmo existindo uma conta específica e obrigatória para gerenciamento desses recursos, o prefeito teria promovido a distribuição dos recursos em três outras contas. Essas transferências somaram cerca de R$ 14,08, isto é, R$ 2 milhões a menos do que o valor recebido, sem que tenha havido qualquer explicação ou demonstração da destinação deste valor.

Posteriormente, o gestor teria ainda transferido para a conta normal de tributos da prefeitura cerca de R$ 8,2 milhões, configurando o desvio de finalidade na aplicação desses recursos, que só poderiam ser aplicados na manutenção e desenvolvimento do ensino básico. Segundo o TCM, em sua defesa, o ex-prefeito confirmou a utilização das três contas e as posteriores transferências dos recursos, inclusive o montante de R$ 8,2 milhões para a conta de despesas comuns da prefeitura, buscando tão somente justificar a adoção de tal procedimento em razão de uma suposta desvinculação dos recursos decorrente de decisão judicial.

Todavia, o conselheiro José Alfredo não acolheu a tese de defesa do gestor, tendo em vista ser unânime o entendimento nos tribunais, incluindo no TCM, que tais recursos, recebidos em decorrência de ação ajuizada contra a União em virtude de insuficiência dos depósitos do Fundef ou Fundeb, mesmo que referentes a exercícios anteriores, somente poderão ser aplicados na manutenção e desenvolvimento do ensino básico, em cumprimento ao disposto nas Leis Federais nº 9.394/1996 e 11.494/2007, vigentes na data do cometimento das irregularidades.

O Ministério Público de Contas, em sua manifestação, opinou pela procedência do termo de ocorrência, com aplicação de multa, além da recomposição dos valores à conta específica do Fundeb, com recursos municipais. Propôs, ainda, a imputação de ressarcimento do valor de R$2 milhões com recursos pessoais, diante da ausência de justificativa, explicação ou demonstração da destinação do montante, bem como a representação ao MP estadual para apurar eventual ato de improbidade ou outro tipificado como crime.

Cabe recurso da decisão.

Teofilândia completa 59 anos de emancipação política

A cidade de Teofilândia completa 59 anos de emancipação política nesta sexta-feira, 23 de abril. Devido à pandemia, não haverá comemoração em praça pública. Teofilândia obteve sua emancipação política e administrativa em 23 de abril de 1962, através da Lei Estadual nº 1.685.

Em rede social, o atual prefeito de Teofilândia, Higo Moura (Republicanos), parabenizou a cidade. “Parabenizo o nosso município por seu aniversário de Emancipação Política, mas sobretudo, por toda a sua trajetória e pelo povo Teofilandense, que são grandes motivos de orgulho em minha vida!

Gratidão a Deus por ser filho desta terra, e ao meu povo por estarmos juntos. Me sinto honrado em poder representá-los e por lutar diariamente para que todos os Teofilandenses tenham cada mais qualidade de vida!”, escreveu.

HISTÓRIA
Aproximadamente em 1723, devido a uma seca que atingiu a região, alguns vaqueiros da antiga fazenda chamada de Vargem de Baixo, de propriedade dos irmãos João Manoel e Manoel João da Silva, saíram em busca de água e alimento para o gado. Cansados, os vaqueiros pararam próximo a uma vereda (caminho estreito no meio da caatinga), e dormiram. Ao acordarem e não encontrarem o gado, seguiram seu rastro e descobriram um lajedo (afloramento rochoso), que em suas pequenas cavidades acumulava água, formando caldeirões ou tanques de pedras. Lá estavam não só os animais que eles pastoreavam, mas também outros, pastando e bebendo dos tanques. Ao retornarem à fazenda, avisaram aos patrões, que haviam encontrado um caldeirão, ou Tanque de Pedras.

Os irmãos João Manoel e Manoel João transformaram o lugar em mais uma fazenda, provocando o crescimento imediato do local. Muitos anos depois a fazenda foi aberta; José Santiago de Oliveira construiu a primeira casa e outras vieram em seguida. Com a chegada de mais moradores, o local passou a ser chamado de Arraial de Pedras. Em 1953 foi transformado em distrito com o nome de Itapiru, que pertencia a Serrinha. Alguns anos depois, foi elevado à categoria de cidade e denominado Teofilândia, em homenagem a um filho da localidade, o contador do Estado Joaquim Teófilo de Oliveira

Cidades baianas com ocupação de leitos até 75% poderão ter aulas ‘semipresenciais’

As atividades letivas nas escolas públicas e particulares situadas em municípios baianos com taxa de ocupação de leitos de UTI até 75% nas respectivas regiões de saúde poderão ocorrer de forma semipresencial. Isso significa que as escolas nessas cidades foram autorizadas pelo governo da Bahia a funcionar com ensino híbrido, em que parte das aulas é ministrada de modo virtual e parte delas é realizada presencialmente.

A autorização foi publicada em decreto assinado pelo governador Rui Costa (PT) neste domingo (18) e se refere aos municípios de Caém, Caldeirão Grande, Capim Grosso, Jacobina, Mairi, Miguel Calmon, Mirangaba, Morro do Chapéu, Ourolândia, Piritiba, Quixabeira, São José do Jacuípe, Saúde, Serrolândia, Tapiramutá, Umburanas, Várzea da Roça, Várzea do Poço e Várzea Nova. 

De acordo com a Secretaria de Comunicação do governo, a medida se alinha às disposições editadas pela Secretaria da Educação. Nesta modalidade semipresencial, as aulas ficam condicionadas à ocupação máxima de 50% da capacidade de cada sala de aula e ao atendimento dos protocolos sanitários estabelecidos.

No restante do estado, no entanto, as aulas presenciais seguem suspensas pelo menos até a próxima segunda-feira (26).

Arma e munições são apreendidas dentro de veículo em Araci

Uma pistola calibre 9 mm e dez munições foram apreendidas, na segunda-feira (5), em Araci, por uma equipe do Serviço de Investigação (SI) da Delegacia Territorial (DT), do município. Um homem, de 51 anos, foi preso na ação.

O flagrante ocorreu durante uma abordagem ao veículo Fiat Strada, conduzido pelo suspeito no acostamento da BR-116. A arma e as munições, já encaminhadas à perícia, foram encontradas dentro do carro.

Autuado por porte ilegal de arma, o homem está à disposição do Poder Judiciário e deve passar pela audiência de custódia.

Homem é preso por roubo em Araci – Em outra ação, investigadores da DT de Araci cumpriram, na segunda-feira (5), o mandado de prisão preventiva de um homem, de 22 anos, suspeito de roubar um posto de combustíveis.

O crime ocorreu no dia 15 de março, no centro de Araci. O homem foi submetido a exames de lesões e está à disposição da Justiça. O comparsa no roubo está sendo procurado.

Top