Mais de 76% dos casos de coronavírus na Bahia são por infecção da variante Ômicron

Na Bahia, 49 amostras da variante Ômicron foram detectadas pelo  Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA), por meio de sequenciamento genético. Esse total de amostras representa 76,5% dos 64 sequenciamentos realizados em amostras coletadas no mês de janeiro. 

Segundo informou nesta quarta-feira (19) a Secretária de Saúde da Bahia (Sesab), além da identificação da Ômicron, foram detectadas 12 amostras da variante Delta e as outras três ainda estão em análise. 

Os casos foram identificados nos municípios de Adustina, Belmonte, Cândido Sales, Dias D’Ávila, Eunápolis, Feira de Santana, Firmino Alves, Guanambi, Ilhéus, Irecê, Itaberaba, Itiruçu, Lauro de Freitas, Prado, Rui Barbosa, Salvador, Santa Cruz Cabrália, Santo Antônio de Jesus, Uibaí e Vitória da Conquista. São 21 homens e 28 mulheres, sendo o mais novo com 5 meses e o mais velho com 87 anos.

“O avanço da Ômicron tem provocado crescimento expressivo do número de casos ativos, atualmente em mais de 13 mil, ante uma média de 2 mil casos entre os meses de setembro e novembro do ano passado”, afirma a secretária da Saúde do Estado, Tereza Paim.

Decreto obriga bares e restaurantes a exigirem comprovante de vacina na Bahia

Bares e restaurantes de toda Bahia serão obrigados a exigir comprovante de vacinação aos clientes. A medida foi divulgada no Diário Oficial do Estado nesta terça-feira (11), após ser anunciada pelo governador Rui Costa na segunda (10).

“No caso dos bares e restaurantes nós não limitamos a quantidade de pessoas, mas será obrigatório a exigência do passaporte da vacina. Isso vale para todos os ambientes onde as pessoas precisam tirar as máscaras. A entrada (nesses espaços) será permitida apenas para pessoas vacinadas”, afirmou em entrevista à TV Bahia.

O texto diz que “Os bares, restaurantes, lanchonetes e demais estabelecimentos similares funcionarão com acesso condicionado” à comprovação da vacina. O mesmo valerá para parques públicos estaduais e zoológico.

A vacinação deverá ser comprovada mediante apresentação do documento fornecido no momento da imunização ou do Certificado Covid obtido através do aplicativo “Conect SUS” do Ministério da Saúde. A pessoa deverá ter tomado as duas doses, ou a dose única (no caso da Janssen), ou ao menos uma dose no caso de crianças e adolescentes. As crianças que ainda não foram incluídas no plano de imunização não precisarão do comprovante.

Calendário letivo da rede estadual tem volta às aulas em 7 de fevereiro

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) divulgou nesta quinta-feira (6) o calendário escolar da rede estadual de ensino para o ano letivo 2022. As aulas começam no dia 7 de fevereiro e se encerram no dia 21 de dezembro, seguindo a programação.

A entrega dos resultados aos alunos, já depois da recuperação final e Conselho de Classe, tem data prevista para o dia 28 de dezembro. A Jornada Pedagógica dos professores acontece entre os dias 1º e 4 de fevereiro.

Também ficou estabelecido que o recesso de Carnaval acontece de 28 de fevereiro a 02 de março; o recesso da Semana Santa ocorre entre 15 e 17 de abril; e o recesso junino vai de 20 de junho a 03 de julho.       

O cronograma de matrícula para ano letivo 2022 acontece entre os dias 24 de janeiro e 1º de fevereiro.  A renovação de matrícula dos estudantes que estavam matriculados no ano letivo 2021 aconteceu entre os dias 06 e 28 do último mês de dezembro.

Número de pessoas atingidas por chuvas na Bahia passa dos 800 mil

O número de pessoas atingidas pelas chuvas em diversas regiões da Bahia não para de crescer. Segundo a Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec), até a tarde de quarta-feira (5), a quantidade de atingidos passou para 815.597. Um dia antes era de 796.882 pessoas. Apesar disso, houve redução de desabrigados, que passou de 29.243 para 28.224, e também de desalojados de 73.518 para 73.032. Até o momento foram registrados 26 mortos e 520 feridos.

De acordo com a Sudec, as informações foram recebidas pelas prefeituras e os números correspondem às ocorrências registradas em 174 municípios afetados. É importante destacar que, desse total, 163 estão com decreto de situação de emergência. Os seis últimos que decretaram foram: Aiquara, Barro Alto, Bom Jesus da Serra, Brumado, Itamari e Nova Itarana.

As localidades com vítimas fatais são: Amargosa (2), Itaberaba (2), Itamaraju (4), Jucuruçu (3), Macarani (1), Prado (2), Ruy Barbosa (1), Itapetinga (1), Ilhéus (3), Aurelino Leal (1), Itabuna (2), São Félix do Coribe (2), Ubaitaba (1) e Belo Campo (1).

Ministro diz que cerca de R$ 50 milhões serão liberados para reconstrução na Bahia

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, garantiu que, além dos cerca de R$ 15 milhões que já foram disponibilizados, outros R$ 50 milhões estão “em vias de serem liberados” para atender os municípios da Bahia atingidos pelas fortes chuvas das últimas semanas. As informações são da Agência Brasil.

“Fizemos uma série de ações ligadas ao resgate de pessoas, transporte de alimentação para áreas que estavam sem capacidade de se ligar à sua condição logística comum, desobstrução de estradas, medicamentos. É o que nós chamamos de resposta: num primeiro momento, disponibilizamos recursos para que os municípios possam comprar alimentos, mantimentos”, explicou o ministro durante entrevista na quarta-feira (29) para o programa A Voz do Brasil.

Um segundo momento, que a pasta se refere como retomada, inclui a recomposição de serviços essenciais que tenham sido interrompidos em meio aos temporais, como abastecimento de água e luz, além da remoção de entulho nas cidades. “O terceiro momento, que está chegando ainda, é a reconstrução da estrutura física que porventura tenha sido danificada”, completou Marinho.

Renovação de matrícula na rede estadual acontece até 28 de dezembro

Segue até o dia 28 de dezembro a renovação da matrícula para o ano letivo de 2022 dos estudantes da rede estadual de ensino devidamente matriculados e com frequência regular em 2021. Para a renovação de matrícula, o estudante maior de 16 anos ou responsável legal deverá comparecer à unidade escolar onde o estudante está matriculado para assinar a lista de renovação.

Será obrigatória a atualização cadastral, com a apresentação do original e da cópia de documentos como CPF, Carteira de Identidade e Carteira de Vacinação. A orientação é para que os estudantes, pais ou responsáveis verifiquem se há ausência de documentos junto à secretaria escolar.

Alunos novos – O cronograma de matrícula dos alunos novos para o ano letivo 2022, divulgado por meio da Portaria Nº 2043/2021, estabelece as normas e os procedimentos de matrícula para Pessoas com Deficiência (PcD) e a transferência de estudantes entre unidades escolares da rede estadual.

Para as Pessoas com Deficiência (PcD), a matrícula inicia no dia 24 de janeiro, via internet, por meio do endereço eletrônico ou em qualquer unidade escolar da rede estadual. Já o estudante que pretende se transferir para outra unidade escolar da rede estadual, quando do seu próprio interesse ou em razão de ausência da série na unidade escolar a qual concluiu o ano letivo 2021, deverá solicitar, no dia 25 de janeiro de 2022, a sua transferência diretamente na unidade escolar em que o mesmo está devidamente matriculado.

O calendário da matrícula segue, nos dias 26 e 27 de janeiro, para os concluintes do 5º ano ou 9º ano do Ensino Fundamental, apenas oriundos da rede municipal de ensino. A matrícula poderá ser realizada pelo próprio estudante, caso seja maior de 16 anos de idade, ou pelo responsável legal, preferencialmente, via internet, através do endereço eletrônico, ou em qualquer unidade escolar da rede estadual.

No dia 28 de janeiro, a matrícula será destinada para o ingresso do candidato em unidade escolar da rede estadual, em qualquer ano ou série do Ensino Fundamental, sem distinção da rede de ensino de origem. Já no período de 31 de janeiro e 1º de fevereiro, poderá ser efetuada a matrícula do estudante que deseja ingressar em uma unidade escolar da rede estadual, em qualquer ano ou série do Ensino Médio. 

Nestes três dias, a matrícula também poderá ser feita através do endereço eletrônico https://sigeduc.educacao.ba.gov.br, ou em qualquer unidade escolar da rede estadual.

Variante ômicron se alastra com velocidade sem precedentes, diz OMS

A velocidade de transmissão da variante ômicron segue ritmo sem precedentes, afirmou a OMS (Organização Mundial da Saúde) nesta terça-feira (14). Tedros Adhano, diretor da organização, afirmou que a nova cepa já foi encontrada em 77 países.
 

Além disso, especialistas disseram que o uso somente de vacinas não será suficiente para barrar a transmissão da ômicron.
 

“É necessário agir agora [para evitar pressão nos sistemas de saúde]”, disse Michael Ryan, diretor-executivo do programa de emergências em saúde da entidade. Ele chamou a atenção para outras medidas, como usar máscara, evitar aglomerações, prezar por ambientes bem ventilados e fazer testes e sequenciamento genético.
 

No estado de São Paulo, já foram confirmados cinco casos causados pela ômicron. A variante acionou o alerta da comunidade internacional por causa do seu grande número de mutações.
 

As mais preocupantes são as 30 presentes na proteína S, que são utilizadas pelo vírus para entrar nas células humanas. É a partir dessas proteínas que as vacinas atuais são produzidas e, por isso, estudos estão sendo feitos para entender se elas poderiam ser menos eficientes contra a cepa.
 

A BioNTech e a Pfizer disseram que três doses de seu produto neutralizaram a nova variante em um teste em laboratório. De acordo com as empresas, duas doses resultaram em anticorpos neutralizantes significativamente mais baixos contra ela, mas uma terceira dose aumentou os anticorpos neutralizantes.
 

A OMS já tinha indicado que eram necessários novos estudos para confirmar se o reforço da vacina seria suficiente contra a cepa. Nesta terça (14), Adhano afirmou que a organização “não é contra os reforços vacinais”, mas é “a favor da equidade [das vacinas]”, indicando a necessidade de imunizar pessoas em países ainda com baixa cobertura vacinal.
 

Outra pesquisa da Agência Britânica de Segurança da Saúde indicou que duas doses da Pfizer ou AstraZeneca têm uma proteção bem menor contra a ômicron ao comparar com a delta. Com a dose de reforço, foi visto que a proteção para infecções sintomáticas ficou em torno de 70% para os dois imunizantes.
 

Estudos que miram uma terceira dose dos imunizantes contra a ômicron também são feitos por outras farmacêuticas. A Moderna, por exemplo, planeja produzir uma dose específica para a ômicron, que pode estar pronta em março de 2022.
 

A Sinovac, empresa chinesa que produz a Coronavac, é outra farmacêutica que programa uma versão atualizada da vacina contra a ômicron em até três meses.
 

Mesmo com essas suspeitas, a OMS já ressaltou que os imunizantes disponíveis ainda são de extrema importância para barrar a transmissão do vírus e evitar mortes causadas por Covid-19.
 

Na entrevista desta terça, todos os especialistas da organização pediram para os países aumentarem suas taxas de vacinação a fim de evitar cenários mais críticos da pandemia.
 

Alguns pontos que ainda estão em aberto são a transmissibilidade e a gravidade da variante. Conforme a OMS, dados preliminares mostram que a nova cepa tem capacidade de transmissão maior que a delta, mas causa quadros clínicos menos graves.
 

A organização afirmou no domingo (12) que “a ômicron deve superar a delta nos lugares onde há transmissão comunitária”.
 

Por enquanto, as máscaras de proteção devem ser reforçadas para barrar a transmissão da variante, afirmam especialistas. Outra medida tomada contra a transmissão da variante é a adoção do passaporte vacinal para permitir a entrada somente de pessoas em viagens internacionais que já tenham o esquema vacinal completo.
 

No Brasil, o ministro Luís Roberto Barroso, do STF (Supremo Tribunal Federal), determinou a obrigatoriedade do passaporte da vacina contra Covid-19 para todo viajante que vier do exterior para o país.
 

Desde segunda-feira (13), a Anvisa começou a exigir o certificado de vacinação de quem entra no Brasil por aeroportos ou na fronteira terrestre, mas já foi reportado que nem todos os viajantes passam pela fiscalização.
 

Recentemente, a AGU (Advocacia Geral da União) pediu para Barroso revogar a obrigatoriedade do passaporte ao afirmar que “brasileiros e estrangeiros residentes no Brasil possam regressar ao país na hipótese de não portarem comprovante de imunização, desde que cumpram com a quarentena”.

Homem é detido por exercício ilegal da profissão após atuar como dentista na zona rural de Araci

Um homem foi preso por exercer ilegalmente a profissão de dentista no povoado de João Vieira, em Araci. Conforme apurou a reportagem do PCS, ele foi encontrado dentro de um consultório clandestino que usava para fazer as consultas, na manhã desta segunda-feira (13), por volta das 10h.

O suspeito, identificado pelo apelido de “Galego Dentista”, foi preso por policiais do Serviço de Investigação (SI) da Delegacia Territorial (DT) após uma denúncia anônima. A polícia e representantes do Conselho Regional de Odontologia da Bahia (CROBA) foram até o consultório.



No local, a polícia encontrou uma cadeira usada para procedimentos odontológicos, anestésicos, seringas, alicate, fios de sutura e material utilizado para confecção de próteses dentárias. De acordo com a polícia, no momento da autuação, os fiscais do CROBA constataram que o suspeito não tinha o registro profissional.

O homem foi encaminhado para a DT, onde foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pelo exercício ilegal da profissão. Em seguida, ele foi liberado e aguarda por uma audiência. Ainda não há previsão da data. 

A ação foi comandada pelo delegado Hildebrando Alves, com o apoio de policiais da DT de Teofilândia.

Acesso a órgãos públicos na Bahia agora só comprovando vacinação

O governador Rui Costa assinou uma atualização do decreto nº 20.907, nesta quinta-feira (9), que condiciona o acesso a órgãos, entidades e unidades administrativas do Governo do Estado à imunização contra a covid-19.

A nova medida, que visa conter o avanço do coronavírus na Bahia, também se aplica aos parques públicos estaduais, zoológicos e escolas da rede estadual de ensino em todo o território baiano. O decreto será publicado no Diário Oficial desta sexta-feira (10), data em que entra em vigor.

“Ainda não podemos baixar a guarda. Não podemos permitir que aqueles que decidiram não se vacinar coloquem outras pessoas em risco. É preciso amor ao próximo e respeito à vida em primeiro lugar”, declarou Rui.

Os atendimentos presenciais no Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e no Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) e a visitação a hospitais públicos e às penitenciárias já estavam condicionados à comprovação da vacinação desde o último dia 1º. A partir desta sexta-feira (10), também passa a vigorar a exigência da apresentação do comprovante para utilização de transporte rodoviário intermunicipal público e privado em toda a Bahia.

É necessário comprovar duas doses da vacina ou dose única, para o público geral, a depender do imunizante utilizado. No caso de adolescentes, uma dose, respeitando o prazo de agendamento para a segunda. Será exigida a terceira dose ou reforço da vacina para o público alcançado por esta etapa da campanha de imunização contra a covid.

Eventos – A decisão ainda mantém autorizados, até o dia 21 de dezembro, os eventos e as atividades com até 5 mil pessoas, incluindo aqueles com venda de ingressos.

Permanece obrigatória a comprovação da imunização contra a Covid-19 por todos os envolvidos nos eventos: artistas, público, equipe técnica e colaboradores. Também devem ser respeitados os protocolos sanitários, especialmente o distanciamento social e o uso de máscaras.

Top