Vaquejada de Serrinha 2021 é cancelada por conta do decreto estadual

A edição de 2021 da Vaquejada de Serrinha, que aconteceria entre os dias 1º e 5 de setembro, no Parque Maria do Carmo, foi oficialmente cancelada.

A decisão dos organizadores decorre do decreto estadual, que não permite a realização de atividades esportivas com um público superior a 200 pessoas, por conta da pandemia do Coronavírus.

A Vaquejada de Serrinha foi remarcada para 2022, no período de 7 a 11 de setembro, com a oferta de R$ 300 mil em prêmios e grandes atrações musicais.

Baiano pode garantir medalha no boxe, Bia Ferreira estreia e judô tem chance em Tóquio

O baiano Keno Marley Machado tem chance de garantir ao menos uma medalha olímpica de bronze para o Brasil no boxe masculino nesta sexta-feira (30). Na categoria até 81 quilos, ele vai lutar contra o britânico Benjamin Wittaker, a partir de 1h24 (de Brasília), pelas quartas de final dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Como no boxe não há disputa pelo terceiro lugar, avançar à semifinal significa subir no pódio. Keno venceu sua primeira luta com tranquilidade, nesta quarta (28), após aplicar um nocaute técnico no chinês Chen Daxiang, no segundo round (lembre aqui). Com apenas 21 anos, ele é considerado uma das grandes promessas do boxe brasileiro.

Quem também sobe no ringue é a grande promessa de ouro olímpico da Bahia para o Brasil: a campeã mundial dos pesos leves (até 60 quilos) Beatriz Ferreira, ou simplesmente Bia, que vai lutar contra Wu Shih-Yi, de Taiwan. Desde o início da carreira, a pugilista subiu ao pódio em 27 das 28 competições que disputou e, em entrevista ao Bahia Notícias, antes do início da Olímpiada, afirmou que é “um trem sem freio” (veja aqui).

Na categoria até 91 quilos, o paulista Abner Teixeira também pode garantir uma medalha. Ele enfrenta Hussein Iashaish, da Jordânia, a partir de 7h39, pelas quartas de final.

Outro destaque do dia é o judoca Rafael Silva, o Baby, da categoria peso-pesado (acima de 100 quilos), que foi medalha de bronze em Londres-2012 e na Rio-2016. Caso volte a subir ao pódio, ele conquistará um feito semelhante ao de Mayra Aguiar, nesta quinta-feira (29) (saiba mais aqui): se tornará o primeiro atleta brasileiro com três medalhas olímpicas em edições diferentes entre os homens. Como é sétimo do ranking mundial, Rafael só estreia nas oitavas de final, contra o vencedor da luta entre polonês Maciej Sarnacki e o azeri Ushangi Kokauri.

Maria Suelen Altheman, da categoria peso-pesado (mais de 78 quilos) do judô feminino, também recebeu “bye” na primeira rodada do torneio olímpico, e vem de um resultado imponente. Ela foi medalha de bronze no Mundial de Judô realizado na Hungria, neste ano, após vencer sua principal rival, a cubana Idalys Ortiz. Em Tóquio, a brasileira enfrentará quem vencer o duelo entre Anamari Velensek, da Eslovênia, e Nina Cutro-Kelly, dos EUA.

Duas outras estreias marcam o dia olímpico do Brasil: Bruno Fratus começa sua trajetória em busca da medalha nos 50 metros livre, na natação, a partir de 7h16, e Altobeli da Silva tem chances nos 3 mil metros com obstáculos – começa nesta quinta o atletismo em Tóquio.

Às 23h05, o vôlei masculino entra em quadra contra os Estados Unidos. Na última rodada, perdeu para a Rússia por 3 sets a 0 (veja aqui). 

Confira a agenda completa:

Handebol masculino: 

21h – Argentina x Brasil (rodada 4 da fase de grupos) 

Rúgbi de 7 feminino: 

21h – Fiji x Brasil (rodada 3 da fase de grupos)

Atletismo: 

21h15 – Fernando Ferreira e Thiago Moura  (classificatórias do salto em altura)

22h04 – Altobeli da Silva (classificatórias dos 3 mil metros com obstáculos)  

23h25 – Alison dos Santos (classificatórias dos 400 metros com barreiras) 

A partir de 00h15 – Vitoria Rosa e Rosangela Santos (100 metros rasos) 

7h05 – Núbia Soares (classificatórias do salto triplo)

7h25 – Geisa Arcanjo (classificatórias do arremesso de peso)

8h12 – Revezamento 4×100 metros rasos misto

Remo: 

21h15 – Lucas Verthein (final B do Skiff simples para decidir o 7º colocado)

Ciclismo BMX: 

22h06 – Renato Rezende (semifinal)

Vôlei masculino: 

23h05 – Brasil x Estados Unidos (rodada 4 da fase de grupos)

Vela: 

A partir de 00h05 – Marco Grael e Gabriel Borges (classe 49er)

A partir de 00h05 – Henrique Haddad e Bruno Bethlem (classe 470 masculino)

A partir de 00h15 – Ana Barbachan e Fernanda Oliveira (classe 470 feminino)

A partir de 2h35 – Robert Scheidt (classe laser)

A partir de 2h50 – Martine Grael e Kahena Kunze (classe 49er FX feminino)

Judô: 

A partir de 00h40 – Rafael Silva (BRA) x Adversário ainda a definir (oitavas de final da categoria acima de 100 kg masculino) 

A partir de 00h40 – Maria Suelen Altheman (BRA) x Adversário ainda a definir (oitavas de final da categoria acima de 78 kg feminino)

Boxe: 

1h24 – Keno Marley (BRA) x Benjamin Whittaker (GRA) (quartas de final da categoria até 81 kg) 

5h – Beatriz Ferreira (BRA) x Wu Shih-Yi (TAI) 

7h39 – Abner Teixeira (BRA) x Hussein Iashaish (JOR)

Canoagem Slalom: 

2h – Pepê Gonçalves (semifinal da categoria K-1)

Saltos ornamentais: 

3h – Luana Lira (rodada preliminar)

Futebol feminino: 

5h – Canadá x Brasil (quartas de final)

Natação: 

7h16 – Bruno Fratus (classificatórias dos 50 metros livre masculino)

7h43 – Etiene Medeiros (classificatórias dos 50 metros livre feminino)

8h40 – Guilherme Costa (classificatórias dos 1500 metros livre masculino) 

9h15 – Revezamento 4×200 metros medley masculino

Vôlei de praia: 

9h – Bryl e Dijalek (POL) x Evandro e Bruno Schmidt (BRA)

Mais de 70 cidades da Bahia contarão com serviço de reconhecimento facial e de placas; Serrinha será contemplada em 2022

Andar nas ruas sabendo que o espaço público é monitorado por câmeras capazes de registrar e identificar criminosos, armas, placas de carros e atitudes suspeitas. O que um dia foi ficção científica já levou à prisão de mais de 200 suspeitos em Salvador e está sendo ampliado pelo Governo do Estado para outros 77 municípios baianos, 39 ainda neste ano. O investimento de cerca de R$ 665 milhões foi autorizado nesta terça-feira (27) pelo governador Rui Costa, em solenidade no Centro de Operações e Inteligência (COI), da Secretaria de Segurança Pública (SSP), na capital.

“Nós temos agora talvez a melhor tecnologia do país nesta área. Há cerca de três anos, implementamos um projeto piloto de reconhecimento facial na cidade de Salvador, fruto de visitas que fizemos à Europa e à China. Essa tecnologia serve para prevenir crimes, socorrer pessoas e para a funcionalidade da cidade. No projeto piloto tivemos absoluto êxito, inclusive durante os carnavais, com a prisão de mais de 200 pessoas e a elevação substantiva da atividade da Segurança Pública”, afirmou o governador.

Ainda de acordo com Rui Costa, a Bahia já conta com 23 centros de comunicação instalados, todos eles conectados. “O planejamento é que todas as cidades que fazem parte do projeto tenham acesso a essa inteligência artificial, a esse recurso tecnológico. O que muda é que, antes, a identificação era feita pelo policial, visualmente. Agora, o próprio sistema identifica criminosos, suspeitos, armas e placas de veículos”.

Rui destacou que apenas cerca de 5% dos crimes são julgados e se tornam condenações. “A impunidade estimula e perpetua a prática criminosa. Então, esse investimento, além de prevenir os crimes, vai possibilitar a prisão do suspeito e ainda propiciar que o sistema judiciário baiano possa ter elementos comprobatórios dos delitos cometidos”.

Para o secretário da Segurança Pública, Ricardo Mandarino, o investimento vai dar muito mais resolutividade para a Segurança Pública. “O sistema é capaz de identificar facilmente as pessoas que são procuradas e tem uma coisa que o governador falou que é muito importante, identificar crianças perdidas e pessoas desaparecidas. Há pouco tempo, um coreano estava perdido da família aqui em Salvador e foi encontrado com a ajuda de algumas câmeras”.

Também na oportunidade, Rui convocou a iniciativa privada, dizendo que a tecnologia tem capacidade para integrar imagens de pontos comerciais, agências bancárias e outros locais de risco. “Nós podemos multiplicar os olhos da Segurança Pública na Bahia com o ingresso da iniciativa privada a esse projeto”, ressaltou.

Tecnologia – As câmeras estarão em postes, viaturas e na palma da mão dos policiais. O tenente-coronel Marcos Oliveira, superintendente de Tecnologia da SSP, explicou como funciona a tecnologia. “Dentro do nosso contrato estão previstos quatro tipos de pontos de imagem. São câmeras de reconhecimento facial de fluxo aberto, para locais públicos, de fluxo controlado, tem câmeras de análise situacional e de leitura de placas. Além disso, os dispositivos que estão sendo colocados nas mãos dos nossos policiais são dispositivos com capacidade de fazer captura de face, levar para nossa Central, e fazer o reconhecimento facial através do nosso sistema. Todo policial, com equipamento em mãos, poderá fazer a atividade do reconhecimento facial em tempo real”.

Segundo Oliveira, outra inovação contratada é a tecnologia LTE. “Essa tecnologia não é exclusiva da Segurança Pública, mas contratamos uma faixa exclusiva para a segurança pública, para transmissão de dados e imagens sem que seja necessário concorrer com o fluxo da telefonia. Tudo isso encriptado para dar ao policial na ponta a informação que ele precisa sem concorrer com a telefonia comum, que também usa essa tecnologia, mas em outras faixas”.

Municípios beneficiados – Rui explicou que o critério de escolha dos municípios para receber a tecnologia foi o tamanho. “O tamanho do município coincide com as ocorrências de homicídios. Os maiores municípios são os que apresentam maiores índices”, afirmou.

Os 39 municípios que vão contar com a tecnologia ainda este ano são Salvador, Camaçari, Lauro de Freitas, Simões Filho, Candeias, Dias D´Ávila, Mata de São João, São Sebastião do Passé, Vera Cruz, São Francisco do Conde, Pojuca, Itaparica, Madre de Deus, Feira de Santana, Alagoinhas, Santo Antônio de Jesus, Vitória da Conquista, Jequié, Guanambi, Brumado, Juazeiro, Paulo Afonso, Jacobina, Senhor do Bonfim, Irecê, Itaberaba, Itabuna, Ilhéus, Teixeira de Freitas, Porto Seguro, Eunápolis, Valença, Itamaraju, Barreiras, Luís Eduardo Magalhães, Bom Jesus da Lapa, Santa Maria da Vitória, Ibotirama e Seabra.

As outras 39 cidades que serão contempladas em 2022 são: Serrinha, Cruz das Almas, Santo Amaro, Euclides da Cunha, Catu, Santo Estevão, Maragogipe, Entre Rios, Amargosa, Esplanada, Cachoeira, Olindina, Ubaíra, Saubara, São Miguel das Matas, Nova Fátima, Caetité, Rio de Contas, Itiruçú, Érico Cardoso, Jussiape, Casa Nova, Capim Grosso, Pindobaçu, Novo Triunfo, Ponto Novo, Prado, Itacaré, Ubatã, Alcobaça, Cairu, Santana, Serra Dourada, Taboca do Brejo Velho, Lapão, Andaraí, Lençóis, Mucugê, Vale do Capão (Caetê-Açu/Palmeiras).

Inovação – Além de aumentar o número de municípios atendidos pela tecnologia, o projeto traz mais uma inovação, a adoção de 3.917 terminais de rádio comunicação de voz, vídeo e dados que serão implantados em viaturas das unidades da Polícia Militar da capital e região metropolitana. Os chamados rádios transceptores permitirão o acesso imediato das equipes policiais nas ruas aos alertas emitidos pelos sistemas de reconhecimento facial e de placas, em tempo real.

Polícia Militar da Bahia visita São Paulo para conhecer câmeras ‘grava-tudo’

A Polícia Militar da Bahia visitou o estado de São Paulo no mês de julho para conhecer as câmeras que a gestão João Doria (PSDB) implantou nos uniformes dos policiais paulistas. Os dispositivos registram intervenções policiais em áudio e vídeo.

A informação é da coluna Monica Bergamo, da Folha de S.Paulo. Além da Bahia, Distrito Federal e Paraná também visitaram São Paulo. Para as próximas semanas, são esperados militares do Rio de Janeiro e Alagoas.

Em maio deste ano, a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) elaborou um termo de referência sobre contratação de câmeras para fardas de PMs. Além dos PMs, policiais civis e bombeiros usarão o equipamento caso ele seja aprovado futuramente (leia mais aqui).

Segundo o governador Rui Costa (PT), o plano de instalar câmeras em viaturas e no fardamento dos policiais começará a ser posto em prática neste ano na Bahia (lembre aqui).

Contra o retorno, APLB volta a falar em aulas presenciais como ‘corredor da morte’

O retorno das aulas no modelo semipresencial, marcado para esta segunda-feira (26), na rede estadual de ensino registrou baixa adesão de alunos e professores. Segundo o presidente da Associação dos Professores Licenciados do Brasil – Secção da Bahia (APLB-BA), Rui Oliveira, 95% dos estudantes não compareceram às aulas.

“Estamos organizando a categoria para dizer que a luta vai continuar. Agradecer aos pais e mães que não mandaram seus filhos para o corredor da morte, que é exatamente aulas presenciais. Com a participação da Delta, uma variante de nova transmissão”, disse Rui ao comemorar o esvaziamento das instituições de ensino na manhã de hoje.

O sindicato defende que o retorno das aulas presencias seja feito apenas quando toda a categoria estiver vacinada com as duas doses da vacina contra a Covid-19 (leia mais aqui). 

Diante da tentativa frustrada de um retorno, Rui Oliveira também sinaliza que uma nova reunião entre a APLB e os secretários Luiz Caetano (Relações Institucionais) e Jerônimo Rodrigues (Educação) será realizada nesta quarta-feira (28), às 8h30. Para ele, a expectativa é que o governo do estado adote a mesma postura da prefeitura de Salvador, que aceitou imunizar todos os profissionais da educação para começar a aula presencial (leia mais aqui).

Sobre a possibilidade de ter o salário cortado, caso o professor não compareça às aulas (relembre aqui), o presidente da APLB disse a “malvadeza já acabou”.

“Se você quiser dialogar em tom de ameaça você vai radicalizar, eu acredito que isso não vai prevalecer. Cortar ponto é uma coisa, descontar é outra. A malvadeza já acabou na Bahia”, disse Rui em referência a uma possível retaliação por parte do governo.

O Bahia Notícias tentou contato com o secretário de Educação da Bahia, Jerônimo Rodrigues, mas não obteve sucesso até a publicação da matéria.

Homem é baleado pelo primo na zona rural de Teofilândia

Vagner Almeida Silva, de 40 anos, foi baleado no início da madrugada desta segunda-feira (26), no povoado Canto, zona rural de Teofilândia, município que fica na região sisaleira da Bahia. De acordo com a Polícia Militar, a vítima apontou o próprio primo como o autor do crime. Conforme a PM, Vagner relatou que estava em uma lanchonete quando o acusado chegou ao local em um veículo e já desceu efetuando disparos de arma de fogo contra ele, fugindo logo em seguida. Atingido na perna e na cabeça, o homem foi socorrido por populares e levado para o hospital da cidade. O estado de saúde da vítima é desconhecido. Motivação do crime não foi informada. A Polícia Civil deve investigar o caso.

Detentos da Bahia poderão voltar a receber visitas a partir de agosto

Os detentos baianos poderão voltar a receber visitas no mês de agosto. As visitas estão suspensas desde o início da pandemia para conter a propagação do coronavírus. O retorno das visitas foi discutido em uma reunião entre a Defensoria Pública da Bahia (DP-BA) e a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap), na última terça-feira (20).

De acordo com o defensor público, Pedro Casali Bahia, as visitas já devem ser retomadas a partir do dia 2 de agosto, de forma escalonada, sendo permitida a entrada de um visitante, com idade entre 18 e 59 anos, por pessoa privada de liberdade, entre 8h e 12h, conforme orientações do plano de contingência.

O visitante deverá ser avaliado clinicamente, com medição de temperatura e checagem de sintomas gripais. Após a semana de visitação, prevista para ocorrer entre 2 e 6 de agosto, o sistema penitenciário será monitorado ao longo de 15 dias e, caso não sejam reportados casos de disseminação do vírus neste período, será agendada uma nova semana de visitação, que deverá ocorrer entre os dias 23 e 27 de agosto.

“A Defensoria Pública desde o início da pandemia se empenhou para conseguir a imunização no sistema prisional e, a partir daí, viabilizar com segurança a retomada da visitação dos presos”, pontuou ele, que participou da reunião junto com a defensora e também coordenadora, Fabíola Margherita Pacheco.

A reunião ocorreu após a DP-BA e a Seap receberem integrantes do grupo “Desencarcera Brasil”, organizado por familiares de pessoas privadas de liberdade, que fizeram manifestos no Centro Administrativo da Bahia (CAB) em meados de julho solicitando a vacinação. O movimento solicitou também a retomada das visitas e a entrada de itens de higiene pessoal nas penitenciárias, enviados pelos familiares – também suspensos pela portaria da Seap. A Defensoria se comprometeu a assegurar esses pleitos junto à administração penitenciária.

Fundamental para o retorno das visitas, a vacinação está avançada no sistema prisional, conforme explica Fabíola Pacheco. “Algumas unidades já estão com 100% de vacinação dos internos e a maior unidade penitenciária em regime fechado do Estado, a Penitenciária Lemos Brito, está com 75% de seus módulos vacinados. Com esse avanço, na reunião com a Defensoria, a Seap assegurou que vai dar início à 4ª fase do Plano de Retomada das Visitas do Sistema Penitenciário e não renovar a portaria que suspendeu a visitação, publicada em 02/07/2021 e com vencimento até 02/08”, comenta a coordenadora.

A decisão da retomada de visitas foi tomada também com base nas análises dos boletins emitidos pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) e também levando-se em consideração o cenário regional de cada unidade prisional. Além da defensora Fabíola Pacheco e do defensor Pedro Bahia, estiveram presentes na reunião o Secretário de administração penitenciária Nestor Duarte; o coronel da PM-BA Paulo César; e o superintendente de gestão prisional tenente coronel Júlio César.

Covid-19: Teofilândia recebe mais 444 doses de vacinas

A Prefeitura de Teofilândia informou que recebeu, nesta quinta-feira, 22, uma nova quantidade de vacinas contra a Covid-19, um total de 444 doses. Esse novo lote será destinado para imunizar pessoas com idade maior ou igual a 33 anos. A vacinação ocorre nesta sexta-feira, 23 de julho, no PSF da Cidade Nova e no Ginásio de Esportes Francisco Chagas, ambos no centro da cidade.

O município tem 16 casos ativos, de acordo com o boletim divulgado ontem, quarta-feira. Mais de mil casos já foram confirmados no município. A Prefeitura de Teofilândia não divulgou recentemente sobre o número total de vacinados até o momento.

Salvador já desativou 289 leitos exclusivos Covid-19 neste mês; 130 eram de UTI

Desde o início deste mês de julho, 289 leitos exclusivos para tratamento da Covid-19 já foram desmobilizados em Salvador. Desse total, 130 leitos eram de tratamento intensivo adulto, destinados aos casos mais graves da infecção pelo coronavírus.

Em 1º de julho a capital baiana tinha 779 leitos de UTI adulto. Já nesta quarta-feira (21) eram 649 vagas de UTI adulto, conforme o boletim da Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab).

Em relação ao total de leitos, que inclui clínicos e de UTI pediátricos e adultos, Salvador tinha 1.547 no início do mês e passou aos atuais 1.258.

O início do processo de desmobilização de leitos foi anunciado pelo prefeito de Salvador, Bruno Reis, na sexta-feira (9), após a trajetória descendente do número de novas contaminações e de casos ativos da doença em Salvador.

Na ocasião, o prefeito apontou que, caso seja necessário, “os insumos vão estar lá e o leito montado”. “Só não vai ter profissionais, mas teremos instituições contratadas. Vamos reduzir contrato, e, se necessário for, serão novamente ampliados, para não desperdiçar recursos”, ponderou o gestor (entenda melhor aqui).

Salvador vem assistindo nas últimas semanas a uma queda dos indicadores da pandemia. Até mesmo nos 15 dias pós-São João, em que havia previsão de aumento das taxas, eles se mantiveram em queda (lembre aqui).

O cenário possibilitou a ativação da fase verde do Plano Salvador de retomada de atividades (entenda o protocolo aqui).

Aulas semipresenciais do ensino médio começam no dia 26; fundamental retorna em agosto

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) publicou, no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira, 20, a portaria que decreta o retorno híbrido das atividades letivas, na rede estadual de ensino para a próxima segunda-feira, 26. De acordo com a publicação, apenas os alunos do Ensino Médio das diferentes ofertas e modalidades deverão frequentar os espaços de ensino. Já os alunos do Ensino Fundamental continuarão em atividades de ensino remoto até o dia 9 de agosto, quando também estarão autorizados para retornar.

A realização das atividades letivas fica condicionada à ocupação máxima de 50% da capacidade de cada sala de aula e à observância aos protocolos sanitários. O critério para separação das salas seguirá a ordem alfabética. Às segundas, quartas e sextas os alunos com nome próprio iniciado por letras de “A” a “I” irão para a atividade principal. Já nas terças, quintas e sábados, o grupo será composto por alunos com nomes iniciados entre as letras “J” e “Z”.

Cada unidade escolar poderá fazer o ajuste relacionado a esta escala conforme a realidade de cada turma e em função de outro critério que a unidade escolar considere relevante desde que oferte para os dois grupos, presencial e remoto, o sistema de alternância diária e igual carga horária. Caberá a cada Núcleo Territorial de Educação (NTE) validar a escala do retorno híbrido definida por cada unidade escolar.

Professores – Apesar da publicação, o retorno às atividades escolares ainda passa por imbróglio já que a APLB-Sindicato deliberou sobre o não retorno às aulas presenciais no próximo dia 26. Em votação, 95.6% dos trabalhadores em Educação decidiram pelo retorno apenas após a imunização completa da categoria.

Após a deliberação da categoria, o governador Rui Costa (PT) pediu por “sensibilidade social” para que os mesmos retornem para as salas de aula. De acordo com o chefe do Executivo baiano, cortes de salários serão executados caso os professores não cumpram a determinação de retorno às atividades, algo repudiado pela APLB.

“A APLB precisa ser respeitada. Ninguém foi ouvido. É inadmissível o corte de salários. Absurda a suspensão de benefícios de alunos que estão frequentando as aulas remotas. Uma clara tentativa de desqualificar todo este trabalho remoto que está sendo feito tanto nas redes estadual, como municipais, além das universidades públicas estaduais e federais. Será que todos estes profissionais em Educação não estão trabalhando?”, afirmou Rui Oliveira, coordenador-geral da entidade

Os professores lecionarão nas turmas e nos horários definidos na programação e não modificarão os citados horários, exceto em função da inclusão dos sábados letivos, quando haverá atividades presenciais e remotas, conforme a escala do retorno híbrido descrita na portaria.

Top