‘Sinal que vem das ruas é de esperança com a volta de Lula’, afirma Jerônimo no interior

A correria do pré-candidato a governador do Estado pelo PT, Jerônimo Rodrigues, tem sido intensa durante os festejos juninos. “A caminhada junto com prefeitos e prefeitas, deputados, vereadores e lideranças políticas regionais têm nos dado um recado muito positivo e otimista. O sinal que vem das ruas é de esperança com a volta de Lula”, afirmou Jerônimo, que neste domingo (26) completa 13 viagens ao interior. 

Na noite de sábado (25), ele foi recebido pelos prefeitos Marco Aurélio e Edione Agostinone, respectivamente, nas cidades de Itaquara e Jaguaquara, ambas no Vale do Jiquiriça. “O carinho que temos recebido é o reconhecimento das pessoas ao trabalho iniciado pelo ex-governador Jaques Wagner e fortalecido pelo governador Rui Costa”, comentou Jerônimo, que hoje visita as cidades de Rafael Jambeiro, Tanquinho e Santo Estevão. “As pessoas querem gestores que cuidem de gente. Por isso a reação das pessoas nas ruas tem sido de apoio a Lula e de apoio ao nosso time na Bahia”, acrescentou o ex-secretário estadual de Desenvolvimento Rural e Educação.

Desde a última terça (22), o pré-candidato de Lula na Bahia já foi às cidades de Irecê, São Gabriel, Amargosa, Gandu, Castro Alves, Dom Macedo Costa, Cruz das Almas e Cachoeira.

TSE divulga valores do fundo eleitoral de 2022 destinados para cada partido; saiba valores

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibilizou nesta quarta-feira (15), a divisã do valor a que cada partido político terá direito na distribuição dos R$ 4,9 bilhões do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), o Fundo Eleitoral, destinado às legendas para as Eleições Gerais de 2022. O montante também será divulgado na edição extra do Diário de Justiça Eletrônico do TSE de sexta-feira (17) e é disciplinado por meio da Portaria nº 579/2022.

O montante de R$ 4.961.519.777,00 representa a maior soma de recursos já destinada ao Fundo desde a criação, em 2017, e foi distribuído entre os 32 partidos políticos registrados no TSE com base em critérios específicos. Mais uma vez, o Partido Novo (Novo) renunciou ao repasse dos valores para financiar as campanhas políticas de candidatos e sua cota será revertida ao Tesouro Nacional.

O União Brasil (União), sigla resultante da fusão do Democratas (DEM) com o Partido Social Liberal (PSL), receberá o maior montante, com mais de R$ 782 milhões. Em seguida, estão o Partido dos Trabalhadores (PT), com pouco mais de R$ 503 milhões, o Movimento Democrático Brasileiro (MDB), com R$ 363 milhões, o Partido Social Democrático (PSD), com R$ 349 milhões e o Progressistas, com aproximadamente R$ 344 milhões. Juntas, essas cinco legendas respondem por 47,24% dos recursos distribuídos.

Os recursos do Fundo Eleitoral ficarão à disposição do partido político somente depois de a sigla definir critérios para a distribuição dos valores. Esses critérios devem ser aprovados pela maioria absoluta dos membros do órgão de direção executiva nacional e precisam ser divulgados publicamente.

Veja lista:

União Brasil – R$ 782.549.751,69
PT – R$ 503.362.324,00
MDB – R$ 363.284.702,40
PSD – R$ 349.916.884,56
PP – R$ 344.793.369,45
PSDB – R$ 320.011.672,85
PL – R$ 288.519.066,50
PSB – R$ 268.889.585,68
PDT – R$ 253.425.162,09
Republicanos – R$ 242.245.577,52
Podemos – R$ 191.385.989,03
PTB – R$ 114.492.248,59
Solidariedade – R$ 112.956.557,72
PSOL – R$ 100.044.052,18
Pros – R$ 91.407.652,36
Novo – R$ 90.108.682,88
Cidadania – R$ 87.941.006,94
Patriota – R$ 86.488.932,80
PSC – R$ 76.226.112,45
PCdoB – R$ 76.076.392,78
Rede – R$ 69.668.368,67
Avante – R$ 69.241.914,34
PV – R$ 50.575.220,77 
PCB – R$ 3.100.949,86
Democracia Cristã – R$ 3.100.949,86
PRTB – R$ 3.100.949,86
PCO – R$ 3.100.949,86
PMB – R$ 3.100.949,86
PMN – R$ 3.100.949,86
PSTU – R$ 3.100.949,86
Unidade Popular – R$ 3.100.949,86
Agir – R$ 3.100.949,86 

ACM Neto lidera nova pesquisa eleitoral em todos os cenários

A pesquisa Séculus, divulgada nesta segunda-feira (13) pelo Informe Baiano, mostra que o pré-candidato ao Governo da Bahia ACM Neto (União Brasil) segue liderando todos os cenários para as eleições deste ano. Quando a pergunta foi estimulada, Neto soma 60,55% das intenções de votos contra 12,19%, de Jerônimo Rodrigues (PT), e 7,14% de João Roma (PL), que aparece em terceiro lugar.

De acordo com esses números, ACM Neto seria eleito em primeiro turno caso as eleições fossem realizadas hoje. O levantamento foi realizado em 72 municípios do estado, e ouviu 1.526 pessoas.

Quando o cenário estimulado associa aos nomes de Jerônimo e João Roma seus apoiadores nacionais, ACM Neto continua na liderança, como candidato independente, com 56,42%. O pré-candidato pelo PT fica em segundo lugar, com 19,92% das intenções de votos, e Roma soma 8,52% com o apoio de Jair Bolsonaro.  

No cenário espontâneo, ACM Neto permanece em primeiro lugar com 40,04% das intenções de votos. Em segundo lugar, Jerônimo Rodrigues aparece com 8,26% e João Roma acumula 5,44% na terceira posição. Kleber Rosa, pré-candidato pelo PSOL, somou 0,33% e Giovani Damico (PCB) teve 0,26% das intenções de votos. Não sabem ou não quiseram opinar 41,74% dos entrevistados. Brancos e nulos somaram 2,29%.

A margem de erro do levantamento é de 2,5%, para mais ou para menos, com intervalo de confiança de 95%. A pesquisa Informe Baiano/Séculus foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número BA-05997/2022, e foi realizada entre os dias 06 e 09 de junho deste ano.

PDT baiano confirma presença de Ciro Gomes no Dois de Julho

O ex-ministro Ciro Gomes, pré-candidato à presidência da República pelo PDT, deverá participar do desfile do Dois de Julho, em Salvador, data em que é celebrada a Independência da Bahia. A informação foi confirmada, nesta quinta-feira (2), pelo presidente do PDT baiano, Félix Mendonça Júnior, à rádio Metrópole FM.

No estado, eventos de rua são usados como termômetro para medir a aceitação do público com os políticos, principalmente em ano eleitoral. Até o momento, Ciro é o primeiro pré-candidato a presidente a confirmar a presença no 2 de Julho.

Deputado de Conceição do Coité desiste de reeleição para tratar câncer raro

O deputado estadual baiano Tom Araújo (União Brasil) anunciou que vai desistir de tentar a reeleição nas próximas eleições para se dedicar ao tratamento de um câncer raro. O deputado, que passou por uma cirurgia para retirada do tumor no intestino no ano passado, fez a revelação neste sábado (28) ao publicar um vídeo nas redes sociais.

“Depois de passar por esse momento tão difícil, ter descoberto um câncer raro no intestino, eu preciso cuidar um pouco de mim. Estou bem, mas preciso parar um pouco, cuidar mais da minha saúde, estar mais perto da minha família, fazer todas as minhas revisões. Por isso eu decidi não disputar as eleições de 2022”, escreveu.

“O amor que eu sinto por vocês jamais vai acabar, a nossa amizade foi construída com muito carinho e respeito. Estaremos sempre juntos, em todos os momentos”, finalizou. Tom Araújo foi prefeito de Conceição do Coité e está no terceiro mandato como deputado.

Datafolha: Lula tem 48% no primeiro turno, contra 27% de Bolsonaro

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ampliou a vantagem para o segundo colocado, o presidente Jair Bolsonaro (PL) e lidera a corrida ao Palácio do Planalto com 48%, seguido por Bolsonaro, que tem 27%, segundo pesquisa feita pelo instituto Datafolha entre os dias 25 e 26 de maio e divulgada nesta quinta-feira (26).

Segundo levantamento da Folha de São Paulo, a margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa não é comparável com as anteriores porque houve mudança na relação de candidatos. O levantamento é o primeiro realizado pelo instituto após Sergio Moro (União Brasil) e João Doria (PSDB) deixarem as pré-candidaturas para a corrida ao Palácio do Planalto.

Na sequência, aparecem o ex-governador Ciro Gomes (PDT), com 7%; a senadora Simone Tebet (MDB), com 2%; o deputado André Janones (Avante), com 2%, a socióloga Vera Lúcia (PSTU), com 1%, e o coach Pablo Marçal (Pros), com 1%.

O deputado Luciano Bivar (União Brasil), o cientista político Luiz Felipe d’Avila (Novo), o ex-deputado José Maria Eymael (DC), o general Santos Cruz (Podemos), a professora Sofia Manzano (PCB) e o técnico em eletrônica Leonardo Péricles (Unidade Popular) não pontuaram.

Entre os entrevistados, 7% disseram que irão votar em branco ou anular o voto e 4% não souberam responder.

A pesquisa foi feita entre os dias 25 e 26 de maio, com 2.556 entrevistados em 181 municípios de todos os estados e do Distrito Federal e registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o nº BR-05166/2022.

Bolsonaro avalia abrir mão da candidatura de Roma para apoiar ACM Neto, diz jornal

O presidente Jair Bolsonaro avalia abrir mão da candidatura de João Roma ao Governo da Bahia para apoiar ACM Neto no pleito, que lidera as pesquisas de intenção de voto. A informação é do jornal Valor Econômico.

De acordo com a publicação, Bolsonaro considera a aproximação com o ex-prefeito de Salvador como estratégico para a sua reeleição. O presidente nacional do PL, Valdemar Costa Neto, se reuniu com o deputado Elmar Nascimento, aliado de Neto, para tratar de uma aliança.

Ainda segundo o site, Nascimento disse que um apoio no primeiro turno é pequeno, por causa da força do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Bahia. Porém, o parlamentar acredita que uma eventual saída de Roma da disputa aumentaria as chances de ACM Neto ser eleito ainda no primeiro turno. Com isso, o ex-prefeito de Salvador “ficaria mais livre” para associar a sua imagem à de Bolsonaro.

ALIADO APOIA REELEIÇÃO

Um dos principais partidos que fazem parte da base de ACM Neto já confirmou que vai apoiar a reeleição de Bolsonaro. O presidente estadual do Republicanos, deputado federal Márcio Marinho, confirmou ao Bahia Notícias que, no estado, o partido irá buscar a recondução do atual presidente (lembre aqui). O Republicanos é uma das legendas que disputam a vaga de vice na chapa de Neto.

ACM Neto acusa governo do PT de perseguição e ameaça a prefeitos

O pré-candidato a governador ACM Neto (União Brasil) acusou nesta quinta-feira (19) o Governo do Estado de perseguição e ameaça a prefeitos do interior (vídeo abaixo). Durante discurso na Câmara Municipal de Guajeru, no Sudoeste da Bahia, Neto disse que o governo tem pressionado prefeitos para que se posicionem politicamente a favor do pré-candidato do PT ao Palácio de Ondina. “Agora mesmo a gente tem acompanhado lamentavelmente o Governo do Estado chamar os prefeitos, ameaçar. Dizem que, se não tirar uma foto, se não postar na rede social, se não colocar foto no WhatsApp e no Instagram, não vai receber o convênio, que a cidade não vai ser ajudada”, afirmou.

Neto condenou a prática. “Isso é um absurdo, é uma coisa inaceitável, uma coisa ditatorial. Mas tudo bem, sabe por quê? Porque nada disso é mais forte do que a vontade do povo. Quando o povo quer uma coisa, acabou, não tem força que segure. E a beleza da democracia é essa, quando chega na hora da eleição é só cada pessoa, sua consciência e mais nada. O voto, graças a Deus, é secreto e inviolável. Cada pessoa pode ir lá e escolher pensando no melhor para o seu futuro”, completou ACM Neto.

‘Na Bahia, o Republicanos irá apoiar a reeleição de Bolsonaro’, diz Marinho

Apesar do pré-candidato ao governo ACM Neto (União) tentar “blindar” a campanha e prometer “independência” (reveja aqui e aqui), um dos principais aliados irá acompanhar o presidente Jair Bolsonaro (PL). O presidente estadual do Republicanos, deputado federal Márcio Marinho, confirmou ao Bahia Notícias que, na Bahia, o partido irá apoiar a candidatura à reeleição de Bolsonaro.

“O Tarcísio [de Freitas] é candidato ao governo de São Paulo pelo Republicanos. A ministra Damares [Alves] é candidata ao Senado aqui pelo Distrito Federal. Temos vários parlamentares com relação com o presidente Bolsonaro. No próximo dia 30 temos as convenções em São Paulo, presumo eu, que ali já será dado o apoio ao presidente já no primeiro turno a reeleição. Na Bahia, o Republicanos irá apoiar a candidatura à reeleição de Bolsonaro, até por orientação da nacional. ACM Neto tem as suas razões, razões identificadas por pesquisa qualitativa, da dificuldade de estar atrelando a imagem dele a Bolsonaro”, comentou em entrevista ao Bahia Notícias no Ar, da rádio Salvador FM. 

Apesar disso, Marinho apontou que nesse momento, “não há nenhum tipo de possibilidade de uma aliança no primeiro turno de Neto com Bolsonaro”. “Até porque já existe candidatura de João Roma, do PL, candidato a governador. Se tiver de acontecer algum tipo de aliança, apoio, só será no segundo turno”, finalizou.

O Republicanos ainda disputa uma vaga na chapa majoritária liderada por Neto. Segundo Marinho, o nome para candidato a vice-governador na chapa liderada por ACM Neto (UB) deve passar pela aprovação de todos os partidos da base aliada (veja aqui). Dentro do partido, os nomes que ainda pleiteiam o espaço são o próprio Marinho e o recém chegado ao partido, deputado federal Marcelo Nilo. 

Justiça determina retirada de publicação nas redes de ACM Neto por propaganda antecipada

A Justiça Eleitoral acatou pedido do PT da Bahia e determinou, na segunda-feira (9), por meio de liminar, a retirada de uma publicação nas redes sociais do pré-candidato ao Governo da Bahia ACM Neto (UB), que foi classificada como propaganda eleitoral.

Segundo a decisão do desembargador do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) Vicente Oliva Buratto, a campanha de Neto teria “alterado letra de música popularmente conhecida, com a decorrente divulgação da referida adaptação musical em sua rede social como propaganda de cunho eleitoral, na medida em que de seu conteúdo consta verdadeiro pedido de voto, formulado em período proscrito pela legislação”. 

A letra em questão é da música “Desenrola, bate, joga de ladinho”, do rapper L7nnon com o grupo Os Hawaianos, que foi alterada para “Desenrola, bate, vota direitinho”. A canção viralizou por conta da sua coreografia, reproduzida por diversos famosos.

“A ampla divulgação em rede social de adaptação musical com a mensagem ‘vota direitinho’, imediatamente seguida da veiculação da imagem e nome do primeiro Representado, evidencia manifesto pedido de voto em seu favor, o que resta ainda mais corroborado pela legenda da referida postagem, da qual consta mensagem no sentido de que  ‘pra poder votar direitinho mesmo tem que garantir a emissão do título de eleitor’, assim como pela repercussão externada por seus seguidores, devidamente registrada nos autos”, justifica o magistrado em sua decisão.

A postagem deve ser excluída no prazo de até 12 horas sob pena de pagamento de multa diária de R$5.000,00.

Top