Governo federal retira R$ 83 mi do Bolsa Família e realoca na Secom; verba iria para Nordeste


A Secretaria de Fazenda do governo federal retirou R$ 83,9 milhões de um programa de combate à extrema pobreza e realocou a verba a conta da comunicação institucional da presidência da República, chefiada pela Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom).

De acordo com o portal Metrópoles, a informação consta na edição desta quinta-feira (4) do diário oficial da União. A retirada foi feita pelo secretário de Fazenda, Waldery Rodrigues.

O programa Transferência de Renda Diretamente às Famílias em Condição de Pobreza e Extrema Pobreza, criado em 2004, beneficia diretamente a região Nordeste. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, a verba também é destinada ao programa Bolsa Família.

“Abrir ao Orçamento Fiscal da União em favor da Presidência da República, crédito suplementar no valor de R$ 83.904.162,00. Os recursos necessários à abertura do crédito decorrem de anulação de dotação orçamentária conforme indicado [na portaria]”, escreveu Waldery.

Enquanto irá gerir a verba milionária retirada do programa de combate à pobreza, a Secom está no centro de uma crise sobre uso de dinheiro público para publicidade. Na ultima quarta-feira (3), foi divulgado um relatório feito pela CPMI das Fake News, no Congresso, que aponta que foram identificados 2,065 milhões de anúncios em redes sociais sites e aplicativos de conteúdo “inapropriado” feitos pela pasta federal (leia mais aqui). 

Presidente do Bahia anuncia transmissão de jogo histórico de 88

O projeto de entrevistas por lives do Bahia Notícias feitas no Instagram, durante a pandemia do coronavírus, contou com a presença do presidente do Bahia, Guilherme Bellintani nesta terça-feira (21). O mandatário tricolor anunciou a transmissão no canal fechado “SporTV” do histórico jogo entre Bahia e Fluminense, pela semifinal do Campeonato Brasileiro de 1988. O time baiano bateu a equipe carioca por 2 a 1. A partida será exibida no próximo sábado (25), às 14h30.

“Sábado teremos a transmissão do SporTV da semifinal entre Bahia e Fluminense do Brasileiro de 1988. Vamos vender ingressos desses jogos, o torcedor vai assistir de casa se sentindo na Fonte Nova. 30 anos depois vamos acrescentar mais torcedores aos 110 mil que compareceram na época. Esse recurso vai para o programa de dignidade aos ídolos do clube”, afirmou em entrevista ao BN. Naquela ocasião, a Fonte Nova recebeu um público recorde de 110.438 pessoas.

Na live do BN, Bellintani anunciou a venda simbólica de mais ingressos, no valor de R$ 5, para que os torcedores do Tricolor se sintam no estádio, mesmo estando no sofá de casa no sábado acompanhando a reprise da partida. “Na quarta vamos começar a vender R$ 5. Vamos corrigir aquele borderô de 110 mil aumentando um pouco mais com esses ingressos”, brincou o presidente do Bahia. Além da novidade da transmissão do jogo contra o Fluminense, Bellintani também abordou outros temas na entrevista como o destino de alguns jogadores do agora extinto time de transição, os efeitos da crise da pandemia da Covid-19, entre outras questões.

Fonte: Bahia Notícias

Coronavírus: Em meio à incerteza, Campeonato Baiano completa um mês de paralisação

A bola não rola no Campeonato Baiano há um mês por conta da pandemia do novo coronavírus. A última partida disputada foi entre Jacuipense e Vitória, que terminou com triunfo do Leão Grená por 1 a 0.

O Campeonato Baiano foi suspenso com sete rodadas da primeira fase disputadas, faltando duas para o término desta etapa inicial. A tabela de classificação tem o Bahia na liderança com 15 pontos, seguido por Jacuipense (12), acompanhado por Bahia de Feira e Vitória (ambos com 11). O Jacobina só tem um ponto e é o lanterna. 

Juazeirense e Vitória da Conquista dispensaram parte do plantel. O Vitória se desfez da sua comissão técnica de Aspirantes, rescindiu com alguns atletas e promoveram outros para a equipe principal. 

O momento ainda é de incerteza, como nas competições esportivas mundo afora. O presidente da Federação Bahiana de Futebol (FBF), Ricardo Lima, tem mantido conversas diárias com membros da CBF, autoridades públicas de saúde e representantes dos clubes.

Vale lembrar que um decreto assinado pelo governador Rui Costa (PT) proibiu atividades esportivas na Bahia por tempo indeterminado (relembre aqui). 

Bahia bate R$100 milhões em receita pelo terceiro ano seguido

O último dia 30 de abril marcou o fim do prazo para a divulgação dos balanços financeiros dos clubes referente ao ano de 2018. Com a publicação, 16 clubes ficaram com receitas acima dos R$ 100 milhões, entre eles o Bahia.

Pelo terceiro ano seguido, o Tricolor passa dos três dígitos e lidera o ranking entre os times do Nordeste. Embora o Bahia seja líder da região no quesito, quando o assunto abrange ao tema nacional o Esquadrão ainda não está entre os clubes que geram mais receita no país. 

CONFIRA O RANKING: 
1º) 653,9 mi – Palmeiras 
2º) 542,8 mi – Flamengo 
3º) 469,9 mi – Corinthians 
4º) 424,5 mi – São Paulo 
5º) 420,3 mi – Grêmio 
6º) 386,8 mi – Cruzeiro*
7º) 297,4 mi – Fluminense 
8º) 293,3 mi – Internacional 
9º) 260,9 mi – Vasco 
10º) 258,0 mi – Atlético-MG 
11º) 217,8 mi – Santos 
12º) 196,8 mi – Athletico-PR **
13º) 183,0 mi – Botafogo 
14º) 136,1 mi – Bahia 
15º) 104,0 mi – Sport 
16º) 102,9 mi – Coritiba 
* Campeão da Copa do Brasil
** Campeão da Sul-Americana

Acidente com sub-15 do Bahia: jogadores passam bem; treinadores sofreram ferimentos e motorista morreu

Um grave acidente envolvendo o ônibus que levava o time sub-15 do Esporte Clube Bahia deixou um morto e feridos. De acordo com fontes do BNews, os jogadores passam bem. Porém, os treinadores Eduardo Varjão e Fernando Castro, além do roupeiro do Clube, cujo nome não foi divulgado, sofreram ferimentos. Não há informações sobre o estado de saúde deles. Eles foram encaminhados para um hospital da região.

O ônibus seguia para São Paulo, onde o jovens iriam jogar pela Copa Nike. De acordo com informações obtidas pelo BNews, o caso ocorreu após a saída da BR-116, próximo ao município de Santa Cruz de Salinas, em Minas Gerais. O motorista do ônibus não sobreviveu. O motorista do caminhão teria dormido ao volante. Segundo o Corpo de Bombeiros, o ônibus bateu de frente com o caminhão. Parte da carga do caminhão, que transportava eletrodomésticos, foi saqueada por populares que passaram pelo local. O ônibus que transportava os jovens era alugado pelo Bahia.

A assessoria de comunicação do Bahia confirma o acidente e busca mais informações sobre o fato. 

Top