Coronavírus: Em meio à incerteza, Campeonato Baiano completa um mês de paralisação

A bola não rola no Campeonato Baiano há um mês por conta da pandemia do novo coronavírus. A última partida disputada foi entre Jacuipense e Vitória, que terminou com triunfo do Leão Grená por 1 a 0.

O Campeonato Baiano foi suspenso com sete rodadas da primeira fase disputadas, faltando duas para o término desta etapa inicial. A tabela de classificação tem o Bahia na liderança com 15 pontos, seguido por Jacuipense (12), acompanhado por Bahia de Feira e Vitória (ambos com 11). O Jacobina só tem um ponto e é o lanterna. 

Juazeirense e Vitória da Conquista dispensaram parte do plantel. O Vitória se desfez da sua comissão técnica de Aspirantes, rescindiu com alguns atletas e promoveram outros para a equipe principal. 

O momento ainda é de incerteza, como nas competições esportivas mundo afora. O presidente da Federação Bahiana de Futebol (FBF), Ricardo Lima, tem mantido conversas diárias com membros da CBF, autoridades públicas de saúde e representantes dos clubes.

Vale lembrar que um decreto assinado pelo governador Rui Costa (PT) proibiu atividades esportivas na Bahia por tempo indeterminado (relembre aqui). 

Tentando quebrar longo jejum, Vitória enfrenta o Vila Nova no Barradão

O Vitória não sabe o que é vencer uma partida há quase três meses, somando treze jogos neste período. O último triunfo foi diante do Jequié, por 4 a 0, no dia 6 de fevereiro, pelo Campeonato Baiano. Neste sábado (4), o Leão encara o Vila Nova, às 16h30, no Barradão, pela segunda rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

VITÓRIA

Para a partida o técnico Cláudio Tencati terá várias alterações. O zagueiro Edcarlos e o lateral-esquerdo Fabrício estão de malas prontas para deixar o Vitória e não fazem mais parte dos planos do clube. Em seus respectivos lugares, Tencati colocará o defensor recém-contratado, Éverton Sena, e o lateral Capa. Outra surpresa para muitos foi o fato do goleiro João Gabriel sequer ter sido relacionado para este duelo.

Além destes atletas, outros também foram informados que estão liberados para deixar o Rubro-Negro. O zagueiro Bruno Bispo e o volante Leandro Vilela. Já o lateral-direito Wellisson foi afastado por questões físicas e o volante Paulo Victor voltou para o time sub-20.

Existia uma expectativa de os novos contratados serem relacionados para o jogo, mas isso terminou não acontecendo. Embora quatro deles tenham aparecido no BID (Van, Gabriel Bispo, Matheus Augusto e Ítalo), o técnico Cláudio Tencati preferiu deixar esses jogadores para uma próxima oportunidade e de novidade na lista, apenas o lateral-esquerdo Elivelton, da base.

Titular mais uma vez, Neto Baiano terá novamente a oportunidade de quebrar um jejum de 10 jogos sem marcar gol com a camisa do Vitória. O último tento que ele comemorou foi no dia 7 de setembro do ano passado, ainda pelo CRB. Ao total já são 14 jogos sem marcar.

VILA NOVA

O adversário do Vitória deve ter um velho conhecido no time principal. O treinador Eduardo Baptista treinou com o lateral-direito Jeferson, afastado do elenco rubro-negro por deficiência técnica e logo em seguida contratado pelo time goiano, no time titular. Ele vai colocar o lateral Felipe Rodrigue no banco de reservas.

O Vila estreou com empate em casa na Série B, contra o Paraná. Depois de enfrentar o Leão, o próximo adversário será o Juventude, pela quarta fase da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA:
Vitória x Vila Nova – 2ª rodada da Série B

Data: 4 de maio de 2019 (Sábado)
Horário: 16h30
Local: Barradão
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (PB)
Assistentes: Oberto da Silva Santos e Kildenn Tadeu Morais de Lucena (Ambos da PB)

Vitória: Caíque; Matheus Rocha, Éverton Sena, Victor Ramos e Capa; Léo Gomes, Rodrigo Andrade, Dudu Vieira e Andrigo; Caíque Souza e Neto Baiano. Técnico: Cláudio Tencati

Vila Nova: Rafael Santos; Jeferson, Philipe Maia, Patrick e Hélder; Joseph, Ramon, Neto Moura e Alan Mineiro; Facundo Boné e Capixaba. Técnico Eduardo Baptista

Top