Operação Carro-Pipa é implantada em Teofilândia

Na última terça-feira (23), o Superintendente Estadual de Proteção e Defesa Civil, o Dr. Paulo Luz, juntamente com membros do Exército Brasileiro / 35° BI, de Feira de Santana, visitaram o município de Teofilândia, com o objetivo de implantar a Operação Carro-Pipa, que se encontrava suspensa e, assim, em parceria com a Prefeitura, iniciar a operação, que garantirá o fornecimento de água de qualidade a diversas famílias de Teofilândia.

Com isso, o município de Teofilândia foi habilitado a firmar termo de cooperação técnica de abastecimento de água, que beneficiará cerca de 6 mil pessoas do município.




Bahia prorroga vacinação contra a febre aftosa até 30 de junho

A Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa em toda a Bahia foi prorrogada até o dia 30 de junho. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (29) pelo pelo diretor-geral da Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB), Maurício Bacelar.

A decisão da ADAB foi anunciada após consulta ao MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e FAEB (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia).

“Embora os registros de venda da vacina tenham superado os 7,5 milhões de doses nas lojas de produtos agrícolas, o que é um indicativo bem positivo da conscientização dos produtores baianos para com a imunização de seus rebanhos, decidimos pela extensão do prazo que acabaria no próximo domingo”, disse Bacelar.

Fatores que são consequência da pandemia de coronavírus foram importantes para a alteração: a difícil logística de distribuição das vacinas através das indústrias, a suspensão das atividades comerciais em diversas cidades baianas, a interrupção do transporte intermunicipal e a antecipação dos feriados estaduais e municipais.

Governo federal libera R$ 500 milhões para apoiar agricultura familiar na pandemia do coronavírus

O governo federal liberou nesta segunda-feira (27) R$ 500 milhões que serão destinados para compras de alimentos da agricultura familiar. O objetivo é garantir uma fonte de renda para esses produtores durante a pandemia do novo coronavírus.

De acordo com o governo, cerca de 85 mil famílias de agricultores familiares deverão ser beneficiadas, além de 12,5 mil entidades e 11 milhões de famílias em vulnerabilidade social, que receberão os alimentos.

Do total de recursos, R$ 370 milhões serão destinados para a compra de alimentos das cooperativas de agricultores familiares, por meio da modalidade de doação simultânea, sendo R$ 220 milhões para a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e R$ 150 milhões para governos estaduais e prefeituras.

E R$ 130 milhões serão alocados para a modalidade PAA Leite, que possibilita a compra de leite in natura de laticínios e agricultores familiares do semi-árido brasileiro.

Por meio do PAA, agricultores, cooperativas e associações vendem seus produtos para órgãos públicos e os alimentos são destinados a pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional, à rede de assistência social.

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, havia anunciado o repasse no último dia 8, mas, até então, o governo ainda não tinha repassado os recursos para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que é o responsável pelas compras. Hoje, o executivo liberou o dinheiro por meio de Medida Provisória.

Fonte: G1

Top